PARE – Plataforma de avisos de rega

Código da Operação: PDR2020-2024-077205

Operação: 20.2.4 – Assistência Técnica RRN – Área 4 (Observação da agricultura e dos territórios rurais) – Anúncio: 05 / Operação 20.2.4/ 2021

Título da operação: PARE- Plataforma de Avisos de Rega

Identificação dos Beneficiários:

DGADR – Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Promotor)

COTR – Centro Operativo e de Tecnologia de Regadio

DRAP Algarve – Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve

FENAREG – Federação Nacional de Regantes de Portugal

Data de início: 2021-09-01

Data de conclusão: 2022-12-31

Descritivo: O projeto pretende, através do desenvolvimento de uma plataforma digital, fornecer a uma escala regional, informação centralizada aos agricultores dos regadios coletivos públicos e individuais, de forma a contribuir para a redução dos custos de produção e aumentar a competitividade das empresas agrícolas no uso da água. Pretende-se também com este trabalho, melhorar a eficiência do uso da água pelos agricultores/regantes, através da melhoria da gestão da rega, garantindo boas eficiências na utilização da água pelas culturas, reduzindo as perdas de água por escorrência e percolação. Desta forma consegue-se também proteger o solo, evitando a erosão hídrica do mesmo, aumentar a disponibilidade de água e a melhoria da qualidade do solo e das massas de água com redução inerente do uso de fertilizantes.

Pretende-se a divulgação da Plataforma de acesso gratuito ao agricultor, em vários meios de comunicação, incluindo rede sociais, e nos portais desta parceria (DGADR, DRAPAlgarve, COTR e FENAREG), ficando a Plataforma alojada no portal da DGADR e no Sistema de Informação do Regadio (SIR). Para sensibilização dos agricultores/regantes para esta temática e, para maior utilização desta ferramenta, serão realizas duas jornadas de divulgação e sensibilização, uma antes do início da campanha de rega e outra no final do projeto.

Espera-se com a operação contribuir para a mitigação e adaptação às alterações climáticas e para a sustentabilidade e resiliência da agricultura, no sul do país, nomeadamente para a região do Algarve e espera-se, futuramente, replicar a plataforma de avisos de rega, para outras regiões do país, onde se verifica atualmente maior escassez hídrica, tal como o Alentejo, Ribatejo, Oeste e Beira Interior.